×
162
Fashion Jobs
CAEDU
Analista de Produtos Financeiros pl
Efetivo - CLT · São Paulo
PUMA
Key Account Manager
Efetivo - CLT · São Paulo
CAEDU
Analista de Controladoria pl
Efetivo - CLT · São Paulo
AMARO
Retail - HR Business Partner
Efetivo - CLT · São Paulo
VIVARA
Aprendiz Comercial - Shopping Cidade de São Paulo
Efetivo - CLT · São Paulo
VIVARA
Aprendiz Comercial - Center Shopping Uberlândia
Efetivo - CLT · Uberlândia
VIVARA
Aprendiz Comercial - Shopping Del Rey
Efetivo - CLT · Belo Horizonte
VIVARA
Aprendiz Comercial - Shopping Uberaba
Efetivo - CLT · Uberaba
AMARO
Compliance Analyst
Efetivo - CLT · SÃO PAULO
MARISOL
Assistente Administrativo i - Jurídico
Efetivo - CLT · Jaraguá do Sul
MARISOL
Analista de RH Pleno - Remuneração e Benefícios
Efetivo - CLT · Jaraguá do Sul
CAEDU
Analista de Processos sr
Efetivo - CLT · São Paulo
CAEDU
Aprendiz
Efetivo - CLT · Pindamonhangaba
MARISOL
Técnico de Suporte i - Infraestrutura
Efetivo - CLT · Jaraguá do Sul
YOUCOM
Assistente de Marketing | Youcom
Efetivo - CLT · Porto Alegre
CAEDU
Operador de Loja
Efetivo - CLT · São Paulo
AMARO
Assistente de Expansão e Finanças
Efetivo - CLT · São Paulo
AMARO
Erp Support Analyst
Efetivo - CLT · São Paulo
L'OREAL GROUP
Executivo de Contas Canal Indireto Curitiba
Efetivo - CLT · San Marcos
YOUCOM
Consultor de Vendas
Efetivo - CLT · Curitiba
AMARO
Assistente de Operações de RH
Efetivo - CLT · São Paulo
MARISOL
Consultor de Expansão - São Paulo pj
Efetivo - CLT · São Paulo
Por
Reuters API
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
3 de jun de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Aquisição da Tiffany pela LVMH é vista como incerta

Por
Reuters API
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
3 de jun de 2020

A aquisição da Tiffany & Co pelo grupo francês de artigos de luxo LVMH, estimada em 16,2 bilhões de dólares, parece incerta à medida que a empresa de joias enfrenta uma deterioração no mercado norte-americano, provocada pela pandemia global e pela grave agitação social, informou na terça-feira (2) o diário digital WWD.


LVMH hesita na aquisição da Tiffany - Tiffany & Co.


O WWD informou que a direção da LVMH convocou uma reunião em Paris na terça-feira para discutir o assunto, citando uma fontes que se intitula "A Fonte Mais Confiável na Moda e Beleza". A direção da LVMH estaria preocupada com a pandemia de COVID-19 e com os protestos ligados à morte de George Floyd por um policial de Minneapolis.

A administração da empresa francesa manifestou igualmente a sua preocupação quanto à capacidade da Tiffany para cobrir todos os pactos de dívida ao final da transação, que deveria ser concluída no meio do ano, informou também o diário digital WWD.

A Tiffany não respondeu imediatamente ao pedido de comentários e a LVMH se recusou a comentar.

A LVMH, proprietária da Louis Vuitton anunciou a compra da Tiffany por 16,2 bilhões de dólares em novembro do ano passado,  a maior aquisição de sua história.

O negócio de 135 dólares (cerca de 120 euros) por ação iria, provavelmente, impulsionar a menor divisão da LVMH - de joalheria e relojoaria, à qual pertencem marcas como Bulgari e Tag Heuer - ajudando a expandi-la em uma das seções da indústria que registra o crescimento mais rápido e a aumentar a sua presença nos Estados Unidos.


Tiffany em fase de mudança - Instagram @tiffanyandco


Dito isto, a Tiffany, sediada em Nova York, fundada em 1837 e reconhecida pela suas "Blue boxes",  já se encontrava em fase de mudança, buscando rejuvenescer sua imagem e atrair compradores online.

A empresa terá novos desafios a superar, à medida que os padrões de despesa se alteram e o turismo internacional continua afundando devido às tensões comerciais entre Pequim e Washington, e ao novo surto de coronavírus, que obrigou os varejistas não essenciais a fecharem suas lojas no mundo todo.
 

© Thomson Reuters 2021 All rights reserved.