Apex-Brasil promove os negócios de empresas brasileiras na Argentina

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) estará na Argentina em agosto para liderar uma missão comercial com o objetivo de acelerar a expansão das empresas brasileiras nas cidades de Buenos Aires e Córdoba. Durante a visita, de 6 a 10 de agosto, serão oferecidas informações sobre o ambiente de negócios na Argentina para as empresas exportadoras que desejam abrir operações, escritórios comerciais, centros de distribuição e lojas nesse mercado.


Apex-Brasil promove os negócios de empresas brasileiras na Argentina - Corrientes Exporta

Os participantes poderão assistir à palestras sobre como operar no mercado argentino, participar de reuniões com fornecedores relacionados à abertura de empresas, realizar visitas técnicas, interagir com empresas instaladas, e receber apoio para a elaboração de um plano de expansão internacional.

Esta ação dá continuidade aos esforços de ambas as nações para fortalecer seu intercâmbio comercial. Vale lembrar que, em junho de 2017, a Argentina e o Brasil lançaram a plataforma digital Connect Americas, uma comunidade de negócios online criada para possibilitar que as PMEs de ambos os países façam alianças estratégicas e negócios para fortalecer o comércio bilateral.

De acordo com o último relatório da Cámara Industria Argentina de la Indumentaria (CIAI), o Brasil foi o maior comprador de roupas confeccionadas na Argentina durante o período janeiro a abril de 2018, com 41,050 quilos de peças, equivalentes a um total de 1,7 milhões de dólares. De acordo com o relatório da entidade, o Brasil é o principal importador nas categorias de camisas masculinas, roupas íntimas masculinas e luvas.

Por outro lado, nos primeiros quatro meses de 2018, a Argentina importou do Brasil um total de 1,5 milhão de dólares em vestuário, o equivalente a 48 634 quilos de peças. As maiores compras argentinas no mercado da moda brasileira foram calças, meias e roupas íntimas femininas.

Dentro da indústria têxtil, o Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB) revelou que, nos primeiros cinco meses de 2018, o mercado argentino reduziu em 17,4% suas compras de couro e pele de origem brasileira. Em termos de valor, esse percentual foi equivalente a 1,3 milhão de dólares.

Por sua vez, no setor calçadista, a Argentina se posicionou como o principal destino dos calçados fabricados no Brasil. De acordo com o último relatório da Associação Brasileira da Indústria de Calçados (Abicalçados), no período de janeiro a maio de 2018, a Argentina comprou 3,5 milhões de pares de calçados brasileiros por um total de 56,1 milhões de dólares. Com esse resultado, a Argentina se consolidou como a primeira colocada no ranking mundial de compradores de calçados brasileiros.
 

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

ModaNegócios
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER