Amazon ameaça Walmart com proposta bilionária à varejista da Índia

A Amazon, líder de mercado em vários segmentos do varejo ao redor do mundo, entra forte na concorrência com o Walmart pelo marketplace Flipkart, a maior operação de e-commerce da Índia. A rede de Jeff Bezos fez uma oferta formal para comprar uma participação de 60% da varejista online indiana, segundo informações desta quarta-feira do canal americano CNBC. A proposta é uma grande ameaça à investida do Walmart, que também tenta a compra de parte do Flipkart para se reestruturar e ganhar mercado na Ásia.

Reuters

A oferta da Amazon deve se equiparar à do Walmart, que está pedindo cerca de 12 bilhões de dólares pelo Flipkart. Para, definitivamente, melar o acordo a Amazon oferece além dessa quantia mais 2 bilhões de dólares, caso os indianos não fechem a negociação com o concorrente. Há dois anos, a Amazon já havia tentado comprar cercade 50% do Flipkart, mas o marketplace indiano recusou a oferta.

O mercado indiano é promissor para os varejistas: estima-se que em uma década o comércio eletrônico indiano atinja U$S 200 bilhões em valor de mercado. Até 2020, a projeção é que a Índia tenha mais de 600 milhões de habitantes com acesso à internet, ficando atrás apenas da China.

Para o Walmart, a estratégia é de sobrevivência frente a uma expansão gigantesca da Amazon no mundo. Se o Flipkart optar pela venda de parte Empresas como SoftBank, Tiger Global e Naspers detém parte do varejista indiano.

Em teleconferência sobre os resultados da empresa, o executivo-chefe do Walmart, Doug McMillon, afirmou que a empesa definiu suas prioridades para este ano tendo como foco o “núcleo norte-americano e os principais mercados em crescimento, incluindo China e Índia”. No Brasil, por exemplo, a rede pode vender 80% de sua operação.

Novarejo
 

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Negócios
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER