Alimentação, moda e beleza estão entre os segmentos favoritos das mulheres que empreendem na área do franchising, aponta relatório

Os setores de beleza, cosméticos, roupas e calçados estão entre os favoritos das mulheres para investir na hora de abrir uma franquia. Os dados são do relatório “Mulheres Interessadas no Franchising”, desenvolvido pelo Guia Franquias de Sucesso, que é um hub de informações para interessados em franquias. De acordo com o levantamento feito entre 1 de novembro de 2018 e 31 de janeiro de 2019, com 789 cadastros de interessados em franquias, os segmentos que mais atraem a atenção das mulheres são “Alimentação” (57,4%), “Beleza e saúde” (49,7%), “Serviços” (36,5%), “Cosméticos e perfumes” (34,2%) e “Roupas e calçados” (31,7%).


Levantamento realizado pelo Guia Franquias de Sucesso analisou o perfil de investimento delas - Unsplash/Rawpixel

Já entre os homens, o relatório revela que “Alimentação” (56,7%), “Serviços” (45,1%) e “Beleza e saúde” (33,2%) são os prediletos. Além de “Eletrônicos e tecnologia (35,5%) e “Negócios e finanças” (30,5%), que também não ficam de fora da lista principal de preferências.

Bianca Oglouyan, consultora da Tear Franchising, acredita que as mulheres investem mais em segmentos com os quais se identificam e, por isso, áreas como moda e beleza apareceram no topo da lista de preferências.

“Acredito que mulheres tenham mais afinidades com esses segmentos e performam bem porque são mais atentas aos detalhes, se preocupam com o atendimento, com a qualidade da equipe, treinamento. São mulheres que querem empreender com segurança, tendo mais liberdade do que em um emprego formal e buscam uma marca com a qual se identificam como consumidoras”, afirma Bianca.

Mércia Machado Vergili, consultora em franchising da GSPP, uma empresa que presta serviços de assessoria e consultoria no segmento de varejo e serviços, concorda com Bianca e defende que o interesse da mulher por esses segmentos é um reflexo do perfil empreendedor delas. “No geral, as mulheres têm o perfil mais mãos na massa, enquanto que os homens parecem ser mais investidores. Já que elas procuram estar à frente da operação, buscam negócios prazerosos e que possam desempenhar, e não delegar a terceiros”, reflete Mércia.

De acordo com os dados compilados, apenas 44% das  mulheres estão interessadas em investir em franquias, enquanto 56% de homens têm interesse no ramo.

A diferença entre os gêneros também é visível ao falar dos valores disponíveis para investimentos. Enquanto homens são os maiores interessados em investir em franquias acima de R$ 200 mil, o percentual de mulheres é quase cinco vezes menor – 0,57% das mulheres para 2,5% dos homens. Ainda de acordo com dados do relatório, as mulheres procuram mais por investimentos em franquias de até R$ 100 mil:
 
“Infelizmente ainda existe uma disparidade muito grande entre a renda de mulheres e homens no Brasil. A renda das mulheres brasileiras é 42,7% menor que a dos homens, segundo o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). Portanto, a capacidade de investimento tende a ser menor, e elas tendem a ser mais conservadoras na decisão, principalmente dentro dessa faixa de investimento de até 10 mil reais, em que cada real faz a diferença”, comenta a diretora editorial do Guia Franquias de Sucesso, Daniela Moreira.
 

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

ModaBelezaNegócios
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER