×
Por
Reuters API
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
28 de mai. de 2019
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Alibaba planeja um IPO secundário de 20 bilhões de dólares em Hong Kong

Por
Reuters API
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
28 de mai. de 2019

Alibaba planeja arrecadar até 20 bilhões de dólares com uma listagem secundária em Hong Kong, disseram fontes com conhecimento sobre o assunto à Reuters. A introdução da plataforma de e-commerce chinesa na Bolsa de Nova York permitiu arrecadar um recorde de 25 bilhões de dólares em 2014.


Alibaba visa uma entrada secundária na Bolsa de Valores de Hong Kong. - Reuters


Uma listagem em Hong Kong permitiria à Alibaba um caixa robusto para continuar seus investimentos em tecnologia - uma prioridade para a China, já que a segunda maior economia do mundo está em meio à uma disputa comercial com os Estados Unidos.

De acordo com três fontes com conhecimento sobre o assunto, Alibaba está trabalhando com consultores financeiros e planeja entrar com um pedido de IPO em Hong Kong no segundo semestre deste ano. Segundo uma das fontes, a faixa do valor seria entre 10 e 15 bilhões de dólares.

Alibaba não fez comentários e o grupo japonês SoftBank, o maior acionista da empresa, com 28,8% de participação, não respondeu imediatamente aos pedidos de comentários da Reuters.

De acordo com um analista de Hong Kong, a Alibaba não precisa de liquidez, mas esse rating poderia ajudar o grupo a melhorar seu acesso aos empréstimos de bancos asiáticos.

Desde a sua introdução em Wall Street, a Alibaba quase dobrou de tamanho e se tornou a maior empresa chinesa listada, com um valor de mercado de mais de 400 bilhões de dólares.

Uma listagem em Hong Kong daria aos investidores da China continental acesso direto a um dos maiores sucessos do mercado de ações do país por meio da conexão da Stock Connect entre Hong Kong, Xangai e Shenzhen.

Kane Wu, Sumeet Chatterjee e Julie Zhu, Dominique Rodriguez, editada por Benoît Van Overstraeten.

© Thomson Reuters 2022 All rights reserved.