×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
5 de set. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Alibaba injeta mais 912 milhões de dólares na Lazada

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
5 de set. de 2022

Determinada a consolidar a sua presença no Sudeste Asiático e dar o salto para a Europa, a Alibaba acaba de fazer um novo investimento no portal Lazada, no valor de 912 milhões de dólares (912 milhões de euros). Um valor que se soma aos 378,5 milhões de dólares já investidos na empresa em maio.


Lazada


Nascida em 2012 sob a alçada da alemã Rocket Internet, na forma de uma variação da Zalando destinada ao Sudeste Asiático, a Lazada foi adquirida pela gigante chinesa Alibaba em 2016. Massivamente orientada para a moda e para a cosmética, a oferta tem vindo a generalizar-se, com a ascensão dos eletrodomésticos e eletrônicos.
 
Mas, embora a Alibaba pretenda consolidar as suas posições no Sudeste Asiático através da Lazada e aumentar progressivamente o seu valor para 100 bilhões de dólares, as suas ambições não param por aí. A Alibaba enfrenta um crescimento mais lento nas suas vendas online chinesas, enquanto as suas vendas internacionais ainda representam apenas 5% da atividade.

Diante deste fato, recentemente o grupo separou as suas atividades internacionais e espera lançar a Lazada, atualmente com 300 milhões de usuários, para conquistar o mercado europeu, para aí forjar um importante motor de crescimento.

Uma ambição que agora repousa sobre os ombros de James Dong, colocado pela Alibaba ao comando da Lazada na primavera. No exercício encerrado em março, esta registrou um aumento de 25% nas suas vendas internacionais, em comparação com um aumento de 18% na atividade chinesa. O grupo chinês gerou 853 bilhões de yuans em vendas (123 bilhões de euros em receita) durante o período, enquanto o lucro operacional foi de 69 bilhões de yuans (9,9 bilhões de euros).

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.