Alibaba compra o e-commerce de luxo Kaola por 2 milhões de dólares

Diante de uma desaceleração do crescimento, o Alibaba Group adquiriu a Kaola, divisão da NetEase especializada na venda de artigos de luxo importados, por 2 milhões de dólares. Além disso, a empresa chinesa também adquiriu uma participação no serviço de streaming de música da NetEase.


Reuters

Criada em 2015, a Kaola oferece em sua plataforma online produtos de marcas como Gucci, Shiseido e Burberry, provenientes principalmente dos próprios fabricantes.

Em meio à desaceleração de sua receita, o Alibaba está procurando impulsionadores de crescimento. As vendas de varejo pela Internet na China aumentaram 17,8% no primeiro semestre do ano, ante um crescimento de 32,4% no ano anterior, segundo dados oficiais.

Ao comprar a Kaola, o Alibaba irá atingir não apenas os clientes afluentes, mas ele também poderá competir melhor com a Pinduoduo.

A Alibaba e a empresa de private equity Yunfeng, apoiada por Jack Ma, fundador da gigante chinesa do e-commerce, também vai investir 700 milhões de dólares para adquirir uma participação minoritária no serviço de streaming de música da NetEase.

De acordo com a Quest Mobile e a Macquarie Research, a Tencent Music, que pertence à Tencent Holdings, domina o mercado chinês de música online com uma participação de 83,8%, seguida pela NetEase Cloud Music (10,3%) e pela Xiami Music da Alibaba (2,1%).

Traduzido por Novello Dariella

© Thomson Reuters 2019 Todos os direitos reservados.

Luxo - DiversosNegócios
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER