×
Por
Terra
Publicado em
26 de jan. de 2010
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Ai, jesus!

Por
Terra
Publicado em
26 de jan. de 2010

Volto ao assunto: mais uma vez uma celebridade mais do que ajudar, atrapalha num evento de moda. E acho que era isso que a marca queria: mídia, mídia, mídia. Tumulto e gente até com convite, sem ser da imprensa, sem poder entrar no desfile da Ellus. Tudo por causa de Jesus Luz, o garoto que encantou Madonna.


A passagem de Jesus Luz na Ellus causou alvoroço - 19 de janeiro de 2010 Foto: Felipe - Panfili/AgNews
Direto da SPFW


Primeiro, ele não dá entrevista pessoalmente (apenas por email e apenas para alguns, mas abriu uma exceção para uma canal de TV por assinatura ligado ao evento); segundo, não é um ótimo modelo (têm homens com muito mais pegada de passarela do que ele); terceiro, se não fosse Madonna quem seria ele?

E aí fica de novo a pergunta: por que será que marcas como a Ellus precisam de tanto auê? No inverno passado, Agyness Deyn foi a estrela da marca, que também já trouxe Kate Moss. Se a marca, fundada nos anos 70 por Nelson Alvarenga, não sair do foco, não é necessário celebridades. Mas, mais uma vez, isso rende mídia espontânea. E, mais uma vez, vira tumulto, porque muita gente quer ver o menino de Madonna.

E a roupa? Uma profusão de jeans bem feitos, casacos, jaquetas, vestidos e saias, em modelagens tradiconais e de alfaiataria. E os pretos misturados com cores puras: vermelho, azul e amarelo. Pronto, não precisa de mais nada. Nem de milagres. Ai, Jesus!

Crônica - Rosângela Espinossi

Copyright © 2022 Terra. Todos os direitos reservados.