×
Por
Europa Press
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
11 de nov. de 2021
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Adidas fatura quase sete vezes mais até setembro, apesar dos problemas de abastecimento

Por
Europa Press
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
11 de nov. de 2021

A fabricante de roupas e acessórios esportivos Adidas fechou os primeiros nove meses de 2021 com um lucro líquido atribuído de 1,915 bilhão de euros, o que representa quase sete vezes mais que o resultado de 281 milhões registrado pela empresa no mesmo período de 2020, conforme informou a multinacional.


Reuters


No terceiro trimestre, o lucro da Adidas aumentou 76% em termos anuais, para 960 milhões de euros, apesar das dificuldades do mercado na China e dos problemas da cadeia de abastecimento.
 
Nesse sentido, a empresa alemã indicou que todos estes problemas pesaram cerca de 600 milhões de euros no crescimento das suas receitas entre julho e setembro.

Não obstante, as vendas da Adidas no terceiro trimestre totalizaram 5,752 bilhões de euros, +3,4% em relação ao mesmo período de 2020, elevando a receita da empresa para 16,096 bilhões de euros nos primeiros nove meses do ano, +21,1%.

As vendas da Adidas até setembro aumentaram 24,8% na Europa, para 5,928 bilhões, e 18,7% na América do Norte, para 3,802 bilhões, enquanto as suas vendas na Ásia-Pacífico aumentaram 9,6%, para 1,639 bilhão; subiram 16,6% na China, até 3,569 milhões, e 56,7 na América Latina, com 1,050 bilhão.

"A Adidas teve um bom desempenho num ambiente caracterizado por severos desafios tanto do lado da oferta quanto da demanda", disse o CEO da empresa, Kasper Rorsted. “Apesar de todos os desafios, estamos no caminho certo para alcançar um primeiro ano de sucesso no nosso novo ciclo estratégico.” 
 

Copyright © 2022 Europa Press. Está expressamente proibida a redistribuição e a retransmissão do todo ou parte dos conteúdos aqui apresentados sem o prévio e expresso consentimento.