×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
2 de mar. de 2022
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Adidas conclui venda da Reebok

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
2 de mar. de 2022

A empresa alemã de artigos esportivos, Adidas, está se separando definitivamente de sua marca americana Reebok. A empresa concluiu a venda desta atividade ao Authentic Brands Group (ABG) por 2,1 bilhões de euros, conforme anunciado pela empresa na terça-feira, 1 de março, a partir da sua sede em Herzogenaurach.


Reebok


Como medida temporária, o grupo alemão continuará as atividades operacionais da Reebok em nome da ABG em vários mercados por um determinado período. “A conclusão da venda da Reebok é outro passo importante na execução de nossa estratégia Own the Game”, disse na terça-feira o diretor financeiro da Adidas, Harm Ohlmeyer.

Conforme anunciado anteriormente, o grupo quer devolver parte do produto da venda aos seus acionista, e a Adidas também quer recomprar ações no valor de 1,5 bilhão de euros de meados de março até o final do terceiro trimestre. Isso se soma ao atual programa de recompra de ações no valor de até 4 bilhões de euros até 2025.

Há poucos dias, o grupo americano Authentic Brands anunciou que estava entregando os negócio europeu da Reebok ao grupo italiano New Guards, de propriedade da Farfetch desde 2019. Em dezembro, o novo proprietário da Reebok anunciou também um acordo com o JD Group para distribuir a marca em suas 2.850 lojas europeias.

Em 2020, a Reebok faturou 1,4 bilhão de euros com margem bruta de 44,8% e prejuízo operacional líquido de 38 milhões de euros.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.