Acionistas da Billabong aprovam a aquisição da Boardriders

É quase oficial: a Boardriders deve assumir a Billabong, empresa australiana de esportes de ação, assim que os acionistas aprovarem o acordo.


A aquisição da Billabong pela Boardriders foi aprovada

Após o lance original de US$ 1,00 ser criticado por alguns analistas e investidores por ser muito baixo, a Boardriders aumentou para US $ 1,05 antes da assembléia de acionistas da Billabong na quarta-feira (28). Isso foi o suficiente para obter o suporte necessário de 75%.

Ainda houve vozes dissidentes e até mesmo aqueles que votaram pelo acordo não necessariamente o consideraram forte, mas com analistas dizendo que a alternativa poderia ter sido a falência da Billabong, os acionistas tiveram que enfrentar a perda de seus investimentos.

A oferta final representou um acréscimo de 34,6% ao preço de fechamento da Billabong, no dia antes da oferta da Boardriders ser anunciada pela primeira vez em janeiro. O novo proprietário já tinha uma participação de quase 20% na Billabong, e com o conselho da empresa de surfwear e seu fundador, Gordon Merchant, bem como os principais acionistas Ryder Capital e Adam Smith Asset Management, apoiando a aquisição, teria sido preciso muito para qualquer acionista infeliz poder bloqueá-la. A Boardriders, que também é proprietária das marcas Quiksilver, Roxy e DC Shoes, disse que esta é a melhor saída.

"Acreditamos que esta transação representa o melhor valor para todas as partes interessadas - acionistas, funcionários, fornecedores e clientes. Estamos satisfeitos em ver que os acionistas da Billabong reconheceram esse valor e aprovaram a proposta de aquisição. Conseguimos um marco significativo e estamos um passo mais perto de criar a principal empresa de esportes de ação do mundo. Estamos ansiosos para unir as comunidades Billabong e Boardriders e construir uma base para melhorar a apresentação e expandir a indústria de esportes de ação”, disse o CEO, Dave Tanner.

A transação deve ser concluída em 24 de abril, mas está sujeita a aprovações finais. Em fevereiro, a Billabong reportou um prejuízo de meio bilhão de dólares e alertou que, se o acordo com Boardriders não fosse aprovado, ela poderia ter que diluir as participações acionárias por meio de uma captação de ações ou a venda de ativos 138,6 milhões de dólares em dívidas.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirModa - AcessóriosModa - CalçadosEsporteNegócios
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER