×
Publicado em
29 de jun de 2016
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

ABEST vai a capitais europeias para estudar a sustentabilidade na moda

Publicado em
29 de jun de 2016

De 28 de junho a 5 de julho, Associação Brasileira de Estilistas (ABEST), por meio do Fashion Label Brasil, um Programa de Internacionalização da Moda Brasileira de Valor Agregado, em colaboração com a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), aterrissa na capital alemã e na dinamarquesa, a fim de realizar um estudo sobre sustentabilidade aplicada na moda.

ABEST vai à Europa para estudar o Modus operandi sustentável e novas técnicas. - Foto: Apex-Brasil


A escolha das cidades europeias se deu porque são reconhecidas por suas marcas, 'lifestyle' e produtos sustentáveis. Nelas, a equipe de inteligência comercial da ABEST fará incursões a lojas e marcas que trabalham com a sustentabilidade, além de haver a visita às principais feiras e eventos do setor, destacando-se os encontros Premium, Seek, Show and Order, Bright e Green Showroom, sendo que este último recebe a participação da marca brasileira Flavia Aranha.
 
A criativa brasileira realiza suas coleções a partir de matérias-primas e técnicas pesquisadas em comunidades nacionais, com maior ênfase aos trabalhos artesanal e sustentável.

Para Roberto Davidowicz, presidente da ABEST, a visita às marcas e feiras europeias é uma oportunidade ímpar para conhecer um pouco mais das técnicas sustentáveis e para conhecer o 'Modus operandi', nesta área, que pode ser aproveitado no Brasil no que se refere às técnicas, materiais e desenvolvimentos.
 
"A viagem à Alemanha tem por objetivo compreender a sustentabilidade aplicada como um todo, seja na arquitetura, gastronomia ou na moda. A partir desse estudo, nosso objetivo é conscientizar as empresas acerca dessa nova realidade e oferecer subsídios para que as marcas possam rever cada fase de seu processo produtivo, de modo a gerar uma moda mais sustentável".

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.