×
Publicado em
2 de nov. de 2011
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

A tecnologia francesa a serviço da competitividade da indústria têxtil brasileira

Publicado em
2 de nov. de 2011

A UBIFRANCE Brasil juntamente com a UCMTF - União dos Construtores de Máquinas Têxteis da França - organizaram o II Workshop de Máquinas Têxteis, na cidade de Campinas-SP. Com o objetivo de apresentar novas tecnologias do setor têxtil e criar um ambiente de negócios favorável entre França e Brasil, nove empresas francesas vieram ao país participar do evento.

Comum faturamento de 1 bilhão de dólares no ano passado, a indústria de máquinas têxteis francesa conta com 8.000 funcionários e ocupa o posto de 3º maior exportador mundial de máquinas têxteis da União Europeia e 6º exportador mundial.

Segundo informação da UMTC, a França é um dos líderes mundiais em tecnologia e inovação no setor têxtil, e certamente apresenta importantes contribuições para o mercado brasileiro, em um momento delicado e de grande concorrência internacional para o setor. E em face dessa concorrência, principalmente, a alemã e a italiana, durante o colóquio, esses dois aspectos mereceram atenção redobradada.


Delegação Francesa - Foto:Divulgação

O encontro reuniu 100 pessoas e permitiu a essas empresas de construir e/ou estreitar seus laços comerciais com o Brasil apresentando, particularmente, suas novidades tecnológicas.

Por outro lado, a realização do encontro proporcionou às empresas brasileiras do setor a oportunidade de conhecer equipamentos têxtis e de não tecidos de última geração - os quais foram objeto de atenção especial -, além de ampliar parcerias e trocas comerciais. No âmbito do colóquio, houve uma exposição geral sobre a indústria têxtil brasileira e as inovações francesas da área que podem trazer maior competividade ao Brasil nos campos automobilístico, aeronáutica, parafarmácia e infra-estrutura de transportes.

Uma apresentação detalhada da gama de máquinas e equipamentos têxteis produzidos na França, tais como fiação, tecelagem, malharia, permitiu aos participantes brasileiros conhecer as atividades e soluções que essas indústrias podem oferecer.

Uma aproximação maior foi feita através de reuniões B2B entre representantes brasileiros e franceses, com o objetivo de discutir possibilidades concretas de negócios e debater futuras parcerias industriais e comerciais.

A delegação francesa foi liderada pelo Sr. Bruno Ameline - presidente da UCMTF e também presidente do Grupo Schlumberger e da deputada Evelyne Cholet - secretária-geral do grupo UCMTF e recentemente nomeada diretora de Relações Internacional da Federação das Indústrias Mecânicas, mostrando o compromisso desta profissão para com o Brasil.

Os construtores franceses puderam dialogar com as autoridades brasileiras e lembrá-las do interesse que esta profissão tem no desenvolvimento das relações, não apenas comerciais e de parcerias, mas também na formação profissional e inovação tecnológica.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.