×
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
12 de set. de 2022
Tempo de leitura
4 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

A poderosa collab "Factory" entre Tommy Hilfiger e Richard Quinn é revelada debaixo de chuva torrencial

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
12 de set. de 2022

Os deuses do tempo foram cruéis para Tommy Hilfiger no domingo (11 de setembro), mas as musas cantaram sucintamente no seu desfile à chuva nas margens do East River de Nova York. Um show que culminou na última parceria inteligente da Hilfiger, desta vez com o designer de moda londrino Richard Quinn. Juntamente com uma coleção de assinatura, que inclui um novo logotipo da Tommy Hilfiger, cortesia do artista aristocrata escocês Fergus Purcell, também ilustrador e influencer.


Tommy Hilfiger - primavera-verão 2023 - Nova York - FashionNetwork.com


"Quando eu era estudante, colecionava muito camisas tartan da Tommy Hilfiger. Tive muitas. Foi uma pequena e agradável conexão", revelou Quinn antes do desfile com Hilfiger, na sede da marca do designer americano, na Madison Avenue.

Incorporou então o tartan digno de Johnny Rotten nesta homenagem, já que Quinn trabalhou de perto com a equipe criativa de Hilfiger.  "Adoro a mistura de influência punk, colegial, estilo jock e cheerleader", diz Hilfiger, sendo que muitos looks incorporaram o novo gráfico de Purcell.

Quinn tem uma pequena equipe de cinco pessoas em Londres, que criam as suas próprias estampas e até fornecem outras marcas. São baseados nos seus próprios desenhos, que são depois digitalizados e impressos nas suas impressoras táteis de dois metros de largura.

"Sempre adorei as cores e estampas, e a ideia de fazer o próprio tecido, como um jacquard. Ou pegar um tecido genérico e transformar em algo realmente luxuoso", explica Quinn. Filho de dois imigrantes irlandeses, Quinn chamou a atenção do mundo da moda há quatro anos após ter ganho o primeiro prêmio de moda Queen Elizabeth II, apresentado pela falecida monarca em Londres.

Questionado sobre os seus planos para o próximo fim-de-semana da London Fashion Week, Quinn revelou que o seu desfile na noite de domingo será adiado para depois do funeral real, agendado para segunda-feira (19 de setembro).

Para a coleção principal de Tommy, a ideia foi brincar com o logotipo e distorcer elementos clássicos do arquivo. A silhueta apresentou-se volumosa, desde casacos varsity e parkas com grandes e arrojados logotipos até casacos de faux-feather sustentáveis ou calças Chino de tamanho exagerado.

"Queríamos um palco amplo e aberto para construir um grande conjunto, e não há tantos assim em Manhattan. Além disso, temos uma grande vista da cidade a partir deste drive-in", explicou Tommy.


Tommy Hilfiger - primavera-verão 2023 - Nova York - FashionNetwork.com


Hilfiger teve pela primeira vez a ideia de se ligar a Quinn, depois de ver a cantora, compositora, e atriz australiana-britânica Kylie Minogue vestindo um look do estilista no British Fashion Awards. "Pensei que era simplesmente incrível. Agora, em sua coleção com Hilfiger, vejo muitas reminiscências de Malcolm McLaren e Vivienne Westwood de 1967!", diz Tommy.

Para a sua coleção principal, Tommy voltou ao seu arquivo dos anos 90 e atualizou a silhueta. Tudo baseado na lendária "Factory" de talentos criativos de Andy Warhol, sediada na Union Square de Nova York. 

"Há muito tempo que não estávamos sobredimensionados, mas as nossas proporções mudaram. De cintura muito alta e pernas largas e muito grandes", explicou Tommy, que mostrou camisas de rugbi; camisas de mohair verde-escuro; minissaias apresentadas com botas piratas gigantes; tartans McArthur verdes e pretos, e grandes casacos WW.

Um novo monograma é uma nova identidade para se avançar, como Hilfiger tem no mundo virtual, com uma ligação com o especialista em videogames, Roblox. Um novo game foi lançado quando o programa começou, permitindo a Hilfiger oferecer aos fãs roupas físicas, NFTs e roupas "see now, buy now", todas juntas.

"Os jovens querem gratificação instantânea", sublinha Hilfiger, apontando para os prováveis best sellers, como uma camisa de cricket com o logotipo feito uma vez para Michael Jackson em 1983, agora rebatizada com o novo logotipo; ou uma camisa varsity embelezada com papoulas e girassóis 

A "Quinn's collab" também apresenta casacos 100% reversíveis, várias versões dos quais vestidas por uma comunidade gigante de rappers no desfile. Embora a ideia mais cool tenha sido o logotipo gráfico Tommy Quinn visto em calças jeans e casaco de cowboy cool.

Mantendo o tremor juvenil, o elenco incluiu Dylan McDean, o filho de 16 anos da famosa estilista britânica Tabitha Simmons.

A colaboração, que será vendida nas principais lojas da Tommy Hilfiger, começou a ser vendida junto com a apresentação do desfile. 
 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.