46.ª ModaLisboa começa na quinta com debate antes de desfiles

Lisboa (Lusa) Os desfiles da 4.ª edição da ModaLisboa, na qual serão apresentadas coleções para a próxima estação fria, decorrem entre sexta-feira e domingo, a maioria no Pátio da Galé, mas a iniciativa arranca um dia antes com um debate.

Esta edição, na qual se assinalam 25 anos de ModaLisboa, arranca às 18:00 de quinta-feira no salão nobre dos Paços no Concelho, com as ‘Fast Talks’, “propondo uma reflexão sobre a moda na atualidade”, segundo a organização.

Desfile Carlos Gil - primavera-verão 2016 - womenswear - Lisboa - Foto: ModaLisboa

O debate, de entrada livre e que será moderado pela artista Joana Barrios, conta com a participação, entre outros, de Mónica Seabra-Mendes (mestre em Gestão do Luxo, da Moda e da Arte pela Universidade Sorbonne em Paris), Isabel Costa (ex-modelo e editora de moda) e Angela Gilltrap (diretora da revista Heaven Has Heels).

Os desfiles arrancam no dia seguinte, pelas 18:00, no Pátio da Galé, com o Sangue Novo, projeto destinado a jovens finalistas de cursos de Design de Moda ou que estejam a iniciar a sua marca.

Serão apresentadas propostas de Carolina Machado, Cristina Real, David Catalán, Inês Duvale, Patrick de Pádua, Rúben Damásio, Sara Santos, Tânia Nicole e Tiago Loureiro (Banda).

Um júri - composto por Eduarda Abbondanza (presidente da ModaLisboa), outras personalidades do setor e um jornalista estrangeiro - irá escolher um dos designers para integrar a plataforma LAB (dedicada aos novos talentos). Além disso, o escolhido irá ter a sua coleção à venda na loja ComCor, em Lisboa.

No mesmo dia serão apresentadas as coleções de Nair Xavier e do estreante na Moda Lisboa David Ferreira (ambos inseridos na plataforma LAB, no BPI, na Praça do Município), de Valentim Quaresma, no Pátio da Galé, e de Nuno Gama, no grande auditório do Centro Cultural de Belém (CCB).

Para sábado estão agendados os desfiles de Olga Noronha e da angolana Rose Palhares, outra estreante na ModaLisboa (ambas inseridas na plataforma LAB), de Ricardo Andrez, do francês Cristophe Sauvat, de Pedro Pedro, de Alexandra Moura, da marca Morecco, de Carlos Gil e de Miguel Vieira. Estes dois últimos designers divulgam as coleções que apresentaram em fevereiro em Milão.

Nesse dia os desfiles repartem-se entre o Pátio da Galé, o BPI e a Sala do Arquivo dos Paços do Concelho.

Já no domingo, começam na Marinha Portuguesa, com a apresentação da coleção de Kolovrat, repartindo-se depois entre o BPI, onde desfilam as propostas do coletivo Awaytomars e do polaco Piotr Drzal, e o Pátio da Galé, onde são apresentadas as coleções de Saymyname, da angolana Nadir Tati, de Filipe Faísca, de Dino Alves e de Luís Carvalho, que encerra esta edição.

Os desfiles são acessíveis apenas por convite.

Nesta edição, regressa o Wonder Room, uma ‘pop-up store’ (loja temporária) com cerca de 30 marcas nacionais, que terá as portas abertas ao público na Praça do Município.

Na Sala do Risco, no Pátio da Galé, será possível acompanhar-se por imagens os três dias de desfiles através das lentes dos fotógrafos Arlindo Camacho, Nian Canard e da dupla Miguel Domingos e Raul Chan Caldeira. A mostra Workstation, que irá sendo construída ao longo dos três dias, é de entrada livre.

Nos Paços do Concelho estará patente outra exposição, também de entrada livre, “Gineceu Androceu”, concebida por João Telmo. Ao todo são 20 fotografias, nas quais se “explora o conceito de inversão de género”.

A ModaLisboa, que decorre sob o tema “Kiss”, volta a contar com o apoio da Câmara de Lisboa, que, além da cedência de espaços, contribui com uma verba. O financiamento, tal como na edição anterior, é de 317.500 euros.

Em janeiro, a Câmara de Lisboa aprovou um novo protocolo de colaboração com a Associação ModaLisboa que prevê a realização de mais seis edições (duas em 2016, duas em 2017 e duas em 2018).

Copyright © 2018 Agência LUSA. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirDesfiles
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER