×
Publicado em
1 de abr. de 2015
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

 Yoox se funde com a Net-a-Porter

Publicado em
1 de abr. de 2015

No momento em que haviam vindo à tona as negociações em curso entre Richemont e Yoox Goup, este último oficializa sua fusão com a Net-a-Porter.com. Uma aproximação que ainda deve receber o aval dos acionistas do grupo italiano no próximo mês de junho.

Yoox.com


As duas empresas serão reunidas sob o nome de Yoox Net-a-Porter Group, que será dirigida a partir da Itália e cotada na Bolsa de Milão. Federico Marchetti, diretor executivo e fundador da Yoox, trabalhará como diretor executivo do grupo, já Natalie Massenet, fundadora e diretora executiva da Net-a-Porter, assumirá a presidência das entidades combinadas.
 
A Richemont, matriz da Net-a-Porter desde 2010, terá em suas mãos 50% das partes da nova estrutura, mas verá seu poder de voto limitado a 25% em vista “de proteger a independência” da nova estrutura.

Por outro lado, o grupo Richemont compromete-se a manter ao menos 25% das suas partes por uma duração de três anos. Entre os 12 membros do conselho de administração da nova estrutura, haverá dois representantes do grupo número dois do luxo em todo o mundo.
 
Um levantamento de fundos de 200 milhões de euros será executado muito em breve “para financiar as futuras oportunidades de crescimento e para permitir a entrada de investidores estratégicos”. A Richemont deve tomar parte na operação.
 
“Os modelos de negócios estabelecidos estão sendo cada vez mais perturbados pelas gigantes do universo digital”, explica Johann Rupert, presidente da Richemont. “É com este espírito que acreditamos que seja importante aumentar a nossa liderança e a nossa envergadura, a fim de proteger o caráter único da indústria do luxo. A fusão das duas empresas líderes reforçará uma plataforma independente e neutra destinada a uma clientela sofisticada em busca de marcas de luxo”.
 
As vendas da Net-a-Porter teriam atingido 580 milhões de euros no exercício fiscal 2013-2014, ao passo que o portal estaria buscando os 660 milhões de euros no exercício seguinte. O site londrino diz ter alcançado 2,5 milhões de visitantes por ano e uma oferta de 250 marcas. O Yoox Group, por sua vez, viu um avanço de 15,1% das suas vendas em 2014, que chegaram a 524,3 milhões de euros. Os lucros líquidos saltaram ao mesmo tempo 9,4%, ascendendo a 13,8 milhões de euros.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.