Um terço dos internautas no mundo compra em dispositivos móveis

Mesmo que o comércio on-line seja efetuado basicamente no computador, por sua vez, as compras realizadas a partir de um dispositivo móvel não param de crescer. De acordo com um estudo internacional realizado pela GlobalWebIndex, mais de um terço dos cibercompradores adultos utilizam agora seu dispositivo móvel para fazer suas aquisições.

A cada mês, 40% dos internautas conectam-se a uma butique on-line na Internet móvel, segundo a GlobalWebIndex. Foto: bloomua / shutterstock.com - DR

Conduzindo esta esquete junto de 170.000 pessoas em 32 países em todo o mundo, a organização estimou em 1 bilhão o número de compradores on-line mensais, todas as plataformas envolvidas. Sabendo que três quartos das pessoas que se conectam à Internet o fazem agora a partir do seu smartphone, o potencial de crescimento do m-commerce é considerável.
 
A cada mês, 40% dos internautas conectam-se a uma butique on-line na Internet móvel e 1 de 5 revende seus objetos na Web via seu telefone. Os aplicativos de compra, bem preparados para gerar o ato da compra a partir de um dispositivo móvel, são utilizados por um quarto dos internautas e, entre eles, 70% fazem pedido.
 
O desenvolvimento do m-commerce passa evidentemente pela geração mais nova. As pessoas de 16 a 24 anos são seus maiores usuários, sendo que 40% dentre eles fazem suas compras a partir de um telefone.
 
Um pré-requisito para atrair os internautas, a segurança e a confidencialidade dos dados pessoais são levados em consideração por 70% daqueles que responderam à enquete.
 
Redes sociais e programas de troca de mensagens ocupam uma boa parte dos usos nos smartphones, e o comércio a partir dessas plataformas não vai parar de avançar, prevê o estudo.
 
Já um terço dos compradores em dispositivos móveis reconhecem que as ofertas que eles veem passar nas mídias sociais os impelem à compra. O serviço chinês de mensagens instantâneas WeChat contabiliza o maior número de usuários que são também cibercompradores nos dispositivos móveis (67% conta 47% no Facebook Menssenger e 43% no Twitter)
 
É preciso dizer que os países emergentes exibem-se como os líderes do m-commerce. Aliás, na maior parte deles, as conexões Web são mais realizadas a partir de um dispositivo móvel do que de um computador, uma vez que as redes de Internet fixa não estão necessariamente muito bem desenvolvidas, nem acessíveis. Nos países da região Ásia-Pacífico, 46% dos internautas já compram nos dispositivos móveis, ao passo que eles são apenas 21% na Europa e 20% na América do Norte.
 
É na Índia que as compras em smartphone conheceram seu mais forte avanço em 2014. Agora, 45% dos internautas fazem suas compras em dispositivos móveis.

Copyright © 2018 AFP-Relaxnews. All rights reserved.

Distribuição
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER