Semana de Moda canadense chega à 26.ª edição com novos estilistas

Vancouver será palco de mais uma edição da Semana de Moda canadense. O evento, que começou a ser realizado em 2001 pelo produtor Jamal Abdourahman no Canada Palace, já está em sua 26.ª edição e exibe a partir do dia 28 de setembro a coleção verão 2016/17, com mais de 65 marcas de vários países.

Com o olhar das principais Semanas de Moda, como em Paris, Milão, Nova York e Londres, o produtor percebeu que naquelas semanas existiam muitos talentos, mas pouco espaço para os novos e de diferentes nacionalidades. Pensando assim, Jamal lançou a Vancouver Fashion Week.

Um modelo de Ana Luísa Barros, que estará presente no evento canadense deste ano. - Foto: DR

Durante seus quatro primeiros anos, a VFW teve edições anuais, com um público geral aproximado de quatro mil pessoas por edição. Em 2004 tomou seu formato atual, passando a ocorrer duas vezes ao ano, e esse foi o primeiro passo para o crescimento do evento.

Durante sua história, a VFW recebeu designers de várias localidades, como Noe Bernacelli (Peru); Pierre Renaux (França); Cristina Exie (Austrália), além dos brasileiros Solon Diego, Gramma Eco, Ocska, Martins Paulo e Renata Brizzo, provando com esta mescla cultural o objetivo de apresentar, globalmente, designers de diferentes países, promessas do mundo fashion.

As primeiras edições tinham em média de 6 a 10 desfiles por dia, com um público em torno de mil pessoas/dia. O crescimento do evento nesses 14 anos proporcionou à Vancouver Fashion Week entrar para o circuito oficial da moda, tendo a presença de mais de 30 mil pessoas em sua última edição, ocorrida em maio deste ano.

Para a semana de moda primavera-verão 2016/17, que acontece entre os dias 28 de setembro a 4 de outubro, no Chinese Cultural Centre, serão mais de 70 desfiles.

A expectativa é atingir um público geral acima da última edição, que recebeu 30 mil visitantes. Nas redes sociais, o alcance de interatividade ultrapassou 230 mil na última edição. O investimento no evento cresceu 75% desde sua primeira aposta, além do crescimento do número de designers que expõem suas coleções.

Na próxima VFW, o Brasil estará representado pela designer Ana Luísa Barros. Mineira de 23 anos, finalista da 36.ª Casa dos Criadores em 2014. Será a primeira vez que ela participará da Vancouver Fashion Week.

Seguindo a linha de descobrir e apostar em novos talentos, além de apresentar sua coleção na passarela, a mineira também terá suas peças expostas em um espaço destinado a essas mostras durante o evento.

Também do Brasil, o talento de Lui Iarocheski estará exposto nas passarelas. Catarinense, o jovem formou-se em Design de Moda, na UDESC - Universidade do Estado de Santa Catarina, participou neste ano do Ringstrassen-Galerien Designer Award, sendo um dos 9 finalistas para a edição e único brasileiro.

A produção da VFW acredita no potencial do mercado de moda brasileiro, apesar da atual recessão econômica. Os talentos nacionais e a capacidade de produção da indústria de vestuário do Brasil fazem com que as prospecções em relação ao nosso país sejam uma das metas da equipe da organização.

"Tivemos este ano bastante contato com designers brasileiros e acreditamos no potencial, criatividade e talento deles. Nossa ideia é estreitar este relacionamento e aumentar a participação dos brasileiros nas próximas edições. Acreditamos na capacidade de recuperação econômica do país e no potencial da Vancouver Fashion Week em alavancar a carreira desses promissores talentos e de suas marcas, além é claro, do nosso interesse também em trazer marcas já consagradas no mundo da moda", explica Jamal.

Os destaques da edição Primavera-Verão 2016 da VFW ficam com os designers Alex S Yu (Canadá); Ameri (Japão);Green Embassy (Austrália) e Cannella Hostal Couture (Dubai).

Já as equipes contarão com o Hair Stylist Chris Funk e o fotógrafo Simon Armstrong.

Copyright © 2018 Guia JeansWear. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirDesfiles