Quem (não) quer vestir Melania Trump?

Marc Jacobs, Tom Ford e Sophie Theallet assumiram publicamente que não querem vestir a nova primeira-dama dos Estados Unidos da América. Enquanto Michelle Obama era cobiçada por todos os estilistas, Melania Trump parece afastá-los, com muitos deles a tomarem decisões drásticas movidas, acima de tudo, por convicções políticas.


Sophie Theallet, estilista francesa que vestiu por diversas vezes a mulher de Obama, redigiu uma carta aberta aos seus colegas de profissão, afirmando que “não vou associar-me, de forma alguma, à nova primeira-dama.

A retórica de racismo e xenofobia lançada na campanha presidencial do seu marido é incompatível com os valores que seguimos”, pedindo-lhes que se juntassem a ela neste protesto.

Marc Jacobs seguiu o apelo e juntou-se à lista daqueles que não querem vestir Melania, dizendo que “pessoalmente, prefiro colocar a minha energia em ajudar aqueles que serão prejudicados por Trump e pelos seus apoiadores”.

O último apoiador deste movimento foi Tom Ford, que alegou que Melania não representava a imagem da sua marca e que as suas roupas eram muito caras para uma primeira-dama.

Do outro lado da barricada estão Vera Wang e Tommy Hilfiger. O estilista disse achar "a Melania é uma mulher muito bonita e que qualquer designer deveria sentir-se orgulhoso em vesti-la”, pondo de parte posições políticas.

Fonte: Jornal T

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirPersonalidades
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER