Prémio Woolmark muda para fórmula com seleção mais aberta

O prémio Woolmark alterou o seu processo de seleção, abrindo as inscrições a toda a gente. Até agora, para aceder ao famoso concurso internacional dedicado à criação jovem, os designers tinham que ser apresentados por um comité de seleção composto por diferentes especialistas e instâncias da moda. A partir de agora, basta fazer a inscrição no site woolmarkprize.com. As inscrições estão abertas até 28 de fevereiro.


Os looks dos 12 finalistas do prémio Woolmark 2017-18 - Pitti Immagine

“A ideia é abrir a competição e permitir que jovens talentos que anteriormente poderiam não ter sido detetados tenham mais hipóteses de emergir. Há, naturalmente, critérios a serem cumpridos, porque estamos à procura de designers capazes de garantir produção sem serem muito conhecidos”, explica explique à FashionNetwork.com Francesca Ginnasi, responsável pelo marketing e comunicação na Woolmark.

Os candidatos deverão ter uma carreira de até oito anos na moda e ter, no mínimo, quatro coleções vendidas. Todas as etapas das candidaturas serão realizadas online. Por volta de abril/maio desde ano, será feita uma primeira seleção, destacando os perfis mais interessantes. Nesta etapa, poderá haver mais do que um candidato selecionado por país.

Por outro lado, haverá, como anteriormente, dois finalistas por região (Austrália, Ásia, Europa, Ilhas Britânicas, Médio Oriente e Estados Unidos), um para moda feminina e outro para moda masculina. Cada um dos vencedores finais, dos prémios de prêt-à-porter feminino e prêt-à-porter masculino, receberá 200 mil dólares australianos, enquanto o vencedor do prémio de inovação receberá 100 mil dólares australianos.

A promotora do prémio, a The Woolmark Company - autoridade mundial de lã Merino, nascida da Australian Wool Innovation (AWI), e proprietária do logótipo Woolmark de garantia de qualidade -, anunciou também uma parceria com a Adidas para lançar uma nova competição no universo do desporto, o The Woolmark Performance Challenge.

Esta competição anual foca-se no desenvolvimento de produtos inovadores à base de lã Merino australiana e destina-se a estudantes universitários europeus e norte-americanos. O vencedor receberá 10 mil euros e terá oportunidade de realizar um estágio de três meses na Adidas.

Traduzido por Estela Ataíde

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirTêxtilModa - DiversosLuxo - Pronto-a-vestirLuxo - DiversosCriação
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER