Paul Smith mostra sinais de progresso, mas lucros continuam em declínio

A empresa britânica Paul Smith está lentamente voltando a se recuperar. A empresa reportou um aumento de 3,5% na receita para 185 milhões de libras no ano fiscal até 30 de junho, enquanto os lucros antes de itens excepcionais aumentaram 45% para 5,7 milhões de libras.


Instagram / elektrikhman
 

Os resultados acontecem após um ano de reestruturação na empresa,  devido à uma queda de 8% na receita do ano todo um ano antes. A empresa britânica de vestuário high-end passou a maior parte de 2017 realizando novas medidas de reestruturação e fortalecendo suas duas linhas de produtos, Paul Smith e PS Paul Smith. Segundo a companhia, a simplificação da marca "continua mostrando resultados e possibilitando um bom desempenho em todos os canais".

As vendas anuais do varejo aumentaram 11%, sendo 3% em termos comparáveis, após o fechamento da loja Paul Smith Fifth Avenue em Nova York, em janeiro de 2016, e a mudança de endereço da loja flagship Paul Smith em Paris, em setembro do mesmo ano.

Apesar desses fechamentos, foram abertas novas lojas em Paris, Copenhague, Manchester e Birmingham, e outra
nova abertura esta prevista para  Berlim. A empresa afirmou em documentos oficiais que o varejo é agora o maior canal de vendas da Paul Smith.

No entanto, itens extraordinários e a reestruturação que está em andamento prejudicaram o lucro da marca em 74% no ano, passando de 7.8 milhões de libras para 2.1 milhões de libras.

A empresa informou que seu desempenho no varejo continuou melhorando durante o restante do ano, com aumento de 18% nas vendas da temporada outono-inverno 2017, ou 11% em termos comparáveis.

E enquanto a venda por atacado diminuiu 11% para 74,1 milhões de libras em 2017, atingida pela fraca demanda no Reino Unido, França, Rússia e Ásia, as encomendas de atacado para a primavera-verão 2018 aumentaram 7% em relação à mesma temporada do ano anterior. 

A Paul Smith tem lojas em Londres, Paris, Milão, Nova York, São Francisco, Los Angeles, Hong Kong, Cingapura, Taiwan, Coréia e Emirados Árabes Unidos.
 

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Luxo - Pronto-a-vestirNegócios