Paris Fashion Week Men: as tendências das passarelas

Terminou no domingo, 21 de janeiro, a semana da moda masculina de Paris. Um total de 55 desfiles outono-inverno 2018/19 e uma série de fortes tendências apresentadas nas passarelas.


Ver o desfile
Thom Browne - outono-inverno 2018 - Menswear - Paris - © PixelFormula

Incontornável nesta temporada, o aventureiro de luxo estava em todo o lado. Na Thom Browne, a École Nationale Supérieure des Beaux-Arts transformou-se num dormitório com camas de acampamento, numa floresta coberta de neve onde os homens desfilaram com sacos-cama pendurados nas pernas. Na Etudes e na White Mountaineering, o mosquetão de alpinista encontrou várias versões engenhosas, Kim Jones calçou os seus modelos com botas de caminhada, cada vez mais habituais na cidade. E os quadrados foram omnipresentes, com o domínio da versão tartan vermelha e preta na Alexander McQueen, Facetasm, Juun.J, Y/Project e Dries Van Noten.
 
Relativamente às cores, se o amarelo foi utilizado por um elevado número de designers – das jaquetas da AMI às blusas de gola alta na Kenzo, do amarelo explosivo na Y3 ao amarelo fluor da Juun.J, passando pelas versões mais pastel nos impermeáveis da Wooyoungmi -, outra tendência vista nas passarelas foram as silhuetas monocromáticas: amarelo na Kenzo, violeta na Berluti, em tons interestelares de cinzento na Louis Vuitton. Uma coerência cromática percetível em todo o lado.


Ver o desfile
Louis Vuitton - outono-inverno 2018 - Menswear - Paris - © PixelFormula

Um pouco de estrelas, um pouco de Hollywood, um pouco de brilho e de strass… o homem do inverno de 2018 assume o seu lado show-off com uma escolha deliberada de materiais brilhantes. Casacos e calças prateados e lamés na Louis Vuitton para uma mistura entre street e luxo sublimado, mas também tops ao estilo cota de malha com tiras douradas na Balmain, enquanto o coletivo berlinense GmbH combinou as suas calças em couro metalizado com tops inspirados no universo do motocross. Na Palomo Spain, as chaps – calças ao estilo cowboy – estavam presentes nas silhuetas, enquanto a Wooyoungmi combinou couro com botas de cowboy. E o resultado foi bom.


Ver o desfile
GMBH - outono-inverno 2018 - Menswear - Paris - © PixelFormula

No que diz respeito aos estampados, a utilização de motivos nórdicos foi recorrente na GmbH, Y/Project e White Mountaineering. Acabou o grafismo por si só, o caminho foi mais abstrato e com voos galácticos e exploratórios. A ideia de um outro mundo também esteve bem visível na Yamamoto, Dries Van Noten e Louis Vuitton.
 
Por fim, uma coisa ficou clara: o oversize é obrigatório nas silhuetas masculinas do outono-inverno 2018/19. Um efeito amplificado pelo jogo de sobreposições visto na Lanvin e Vetements, bem como pelo uso de cachecóis-cobertores de dimensões extravagantes, nomeadamente na Thom Browne, ou de botas Ugg gigantes à altura da coxa, desenvolvidas em colaboração com Glenn Martens e a sua marca Y/Project.

Traduzido por Estela Ataíde

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Luxo - Pronto-a-vestirDesfiles
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER