PVH é premiada nos Estados Unidos por sua abordagem em moda ética

A gigante da moda, PVH Corp., foi reconhecida pela Secretaria de Estado dos Estados Unidos por sua conduta comercial responsável.


A empresa, proprietária de marcas como Calvin Klein, Tommy Hilfiger e Speedo1, entre outras, recebeu o prêmio de Operações Sustentáveis, um dos dois prêmios de Excelência Corporativa (ACE) de 2018. A companhia foi reconhecida por seu compromisso com as pessoas, o meio ambiente e as comunidades em que atua, mais especificamente, pelo parque industrial de fabricação de roupas em Hawassa, Etiópia, onde a marca é uma investidora líder, e onde tem focado na implementação de padrões internacionais em construção, segurança de trabalho, segurança contra incêndios, sustentabilidade ambiental e direitos humanos desde 2014. O parque possui uma instalação de tratamento de efluentes Zero Liquid Discharge (ZLD) que recicla mais de 90% das águas residuais produzidas, ajudando a preservar o Lago Hawassa, que é o principal suprimento de água da comunidade.

"O objetivo final do modelo de parque industrial da PVH é proporcionar um futuro melhor não apenas para os trabalhadores e suas famílias, mas também para inspirar a industrialização responsável em toda a Etiópia, para o benefício de toda a população, e para a criação de um novo mercado para produtos norte-americanos”, declarou o Departamento de Estado.

"Nós nos concentramos em proteger o meio ambiente local, usando energia sustentável e garantindo suprimentos suficientes de água limpa", disse Emanuel Chirico, presidente e diretor executivo da PVH Corp., responsável pelo projeto, que deve resultar na criação coletiva de 60.000 empregos dentro do país nos próximos anos. "Criar um local de trabalho seguro e inclusivo também é uma prioridade, que oferece oportunidades reais para os moradores da área circundante. Estamos honrados em receber este prêmio e estamos orgulhosos da operação que estabelecemos lá."

Este ano, a PVH tem focado muito em sustentabilidade, e assinou três iniciativas diferentes durante o verão em uma tentativa de reduzir os resíduos gerados por suas marcas. Esse foco fez com que o grupo aderisse à Global Fashion Agenda (GFA), uma iniciativa sem fins lucrativos que visa impulsionar os níveis de sustentabilidade dentro do negócio da moda, em parceria com a Fashion For Good (FFG), uma organização que apóia startups a se tornarem mais sustentáveis. O grupo também se tornou um parceiro principal e membro do Conselho Consultivo da Fundação Ellen MacArthur, que trabalha com empresas, governo e academia para acelerar e promover a transição para uma economia circular.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2018 AFP-Relaxnews. All rights reserved.

Moda - Pronto-a-vestirIndústria