Osklen faz intercâmbio de experiências com projeto Casa do Cacete

A Osklen e o Instituto-e, em parceria com o Instituto de Pesquisa, Tecnologia e Inovação (IPTI) e a Casa do Cacete, projeto idealizado por quatro jovens artistas empreendedores de Santa Luiza de Itanhy, no Sergipe, fizeram um intercâmbio de experiências e saberes que resultou na co-criação de prints que estampam diversas peças da coleção de Verão e Alto Verão 18/19 da marca.


Estampa da Casa do Cacete para Osklen - Divulgação

Moradores de um dos municípios de menor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do Brasil, João Antoni Monteiro Hungria, Genisson Cardoso, Matheus Glaudson Pereira e Ubiratan Teixeira Bilino tornaram-se ilustradores a partir de um curso de capacitação liderada pelo IPTI e juntos criaram o projeto Casa do Cacete. A iniciativa já ajudou a capacitar dezenas de outros jovens, ao longo de um ano, por meio de oficinas sobre técnicas de design como grafite, bico-de-pena, aquarela e pontilhismo.

A convite da Osklen, o quarteto foi recebido no Rio de Janeiro pela equipe de estilo para uma imersão na sede da marca. A partir disso, as estampas foram desenvolvidas. Destaque para o mangue, um dos principais temas que permeiam o trabalho dos jovens.

"Esta parceria se alinha perfeitamente com as práticas desenvolvidas pela Osklen e pelo Instituto-E no mundo da moda há mais de 20 anos. Isso porque se trata de uma iniciativa que gera renda e empodera comunidades em situações de vulnerabilidade social, ao mesmo tempo em que valoriza o conteúdo proveniente da nossa biodiversidade. Ou seja, incentiva a preservação e a valorização do nosso patrimônio natural e humano. É um novo luxo, no qual ética e estética caminham juntas", diz Nina Braga, diretora do Instituto-E, em entrevista ao Fashion Network.


Estampa Casa do Cacete para Osklen - Divulgação

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

ModaColeção
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER