O novo look de Valentino: casual retro, nem um terno à vista

Há um look totalmente novo na moda masculina; estilo casual retro street que faz referência aos anos 80 e brinca com códigos da indumentária, e um de seus líderes é a Valentino.


Valentino

Não havia nem um terno nesta coleção primavera 2018. Os elementos principais foram uma série de parkas náuticas, cortadas em diferentes tipos de tecidos, patches, bolsos inclinados e mangas de Velcro.
 
O outro item must-have era o traje esportivo - digno de um sprint de ouro nas Olimpíadas de Los Angeles, embora completamente atualizado graças aos cristais de neve e ao bordado étnico. Todos os modelos desfilaram com tênis cor de chiclete em misturas de lã, nylon e borracha.

"Eu conheço o logo dos anos 80, então já superei logotipos. Mas um novo diretor de arte ajudou a tornar-los algo novo e agora eu os adoro ", confessou o designer Pierpaolo Piccioli
 
Esta temporada foi sobre o logotipo irônico - no caso da Valentino, um reduzido a apenas quatro letras - VLTN. E visto em T-Shirts, tops e camisas brancas com colarinhos duplos.
 
"Havia uma tensão oposta entre a intimidade de Vulcano e o dinamismo de Mercúrio. O romantismo encontra a rua ", disse o designer, com um clima pensativo.
 
Embora seu melhor look, certo de capturar os corações de um trio de estrelas do basquete americano dos New York Knicks e Houston Rockets, foram alguns fabulosos redingotes de lã fina, com acabamentos que pareciam ser uma pintura dos limites de antigas quadras de tennis..

Apresentado na antiga mansão do 16º arrondissement de Calouste Gulbenkian - que, há cerca de 100 anos atrás, foi estimado o homem mais rico do mundo - a atmosfera era exorbitante por toda parte.
 
Valentino superou a marca de bilhões de euros por ano no ano passado, e seu presidente explicou que está crescendo em números duplos no primeiro semestre deste ano. "E nós só temos 160 lojas, então há muito espaço para o crescimento orgânico", insistiu o presidente da Valentino, Stefano Sassi.

A marca abriu uma loja de 700 metros quadrados em Ginza Six nesta primavera, e agora está direcionando a vendas por atacado em boutiques multimarca e lojas de departamento asiáticas. Embora não, obviamente, nos EUA, onde o comércio varejista tradicional está em convulsões.
 
Perguntado se os movimentos recentes da Arábia Saudita para fechar a fronteira com o Catar, cuja família real detém a Valentino, tinham efetado od negócios, Sassi respondeu com desdém "Não teve absolutamente nenhum efeito".

Traduzido por Isabel Pimentel

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Luxo - DiversosDesfiles
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER