Moschino e Thomas Tait em evidência no Pitti Uomo

Um grande nome italiano e um jovem designer estrangeiro. Para sua próxima edição prevista para decorrer em Florença de 16 a 19 de junho de 2015, o Pitti Uomo preferiu apostar nos dois lados, evidenciando tanto o Made in Italy como uma marca internacional de pesquisa.
 
Na realidade, a Moschino será a convidada de honra do salão masculino florentino, anunciam em um comunicado os organizadores. Este desfile inscreve-se desde já como o evento imperdível desta 88ª edição do Pitti Uomo, já que será a primeira vez que Jeremy Scott apresentará a coleção masculina da Moschino na Itália desde sua chegada à direção artística da grife nos fins de 2013.

Jeremy Scott à esquerda e Thomas Tait à direita

O eclético criador de moda, que já se encontra na casa dos trinta, desfilava até então o menswear em Londres, já que antes a marca havia suspendido seus espetáculos masculinos.
 
Reconhecido por coleções que causam e considerado como um verdadeiro ícone pop, Jeremy Scott não deve decepcionar. “Há muita originalidade em seu trabalho (pode-se dizer que uma espécie de ultrassensor conectado à nossa época), em sua maneira de unir tecidos e materiais, notadamente os mais preciosos, pois sua moda é uma moda luxo”, sublinha no comunicado o dirigente do Pitti Uomo, Raffaello Napoleone.
 
E o diretor-geral lembra como “encontramos nas coleções de Jeremy Scott o humor, a irreverência, a tendência a desmistificar e a manipulação da iconografia pop”, próprias de Franco Moschino.
 
Quanto ao segmento feminino, o Pitti Uomo decidiu apresentar o estilista canadense Thomas Tait (27 anos). Este designer talentoso foi no ano passado o primeiro vencedor do prêmio LVMH. Originário do Quebec, primeiro ele se formou em moda no Collège LaSalle em Montreal antes de deixar o Canadá em 2008 para estudar em Londres e especializar-se no prêt-à-porter feminino na Central Saint Martins College.
 
No fim deste curso em 2010, ele criou sua própria marca feminina, que desfila desde 2011 em Londres. Hoje, seus espetáculos são um dos encontros mais concorridos da Fashion Week. Seu estilo se caracteriza ao mesmo tempo por um impecável domínio do corte e por uma grande audácia criativa.
 
“Gostamos do seu rigor, as habilidades de corte, os volumes inesperados, a seca devoção ao design. Tudo sem ter medo de experimentar e de testar ainda mais os limites”, comenta Lapo Cianchi, diretor de comunicação e eventos da Pitti Immagine. Thomas Tait foi convidado “para experimentar sua criatividade em Florença com um projeto incomum para ele, ajudado pelos vínculos particulares de Florença”, apontam os organizadores sem revelar mais nada sobre.
 
Entre os projetos especiais anunciados para o salão, a exposição “Il Signor Nino”, dedicada a Nino Cerruti “grande protagonista da moda masculina italiana”.
 
Além disso, o “designer Project” do Pitti Uomo 88 será o estilista anglo-italiano Carlo Brandelli, diretor criativo da instituição Savile Row, Kilgour.

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Luxo - DiversosSalões de Moda