Michael Kors tem queda de 14,7% nos resultados do primeiro trimestre de seu ano fiscal

A empresa americana de moda de luxo, Michael Kors, registrou um lucro líquido atribuído de 125,5 milhões de dólares (106 milhões de euros) no primeiro trimestre de seu exercício de 2017/2018. Esse resultado representa uma queda de 14,7% em relação aos 187,7 milhões de dólares (159 milhões de euros) obtidos no mesmo período do ano passado.


Ver o desfile
Michael Kors - Outono-Inverno 2017 - Moda Feminina - Nova York - © PixelFormula

As vendas líquidas da empresa no primeiro trimestre fiscal encerrado em 1º de julho atingiram 952,4 milhões de dólares (806,5 milhões de euros), 3,6% a menos que os 957,3 milhões de dólares ( 810,6 milhões de euros) conquistados entre os meses de abril e junho do ano anterior. A taxas de câmbio constantes, as vendas diminuíram 2,6%.

Por região, o volume de negócios da Michael Kors no primeiro trimestre de seu ano fiscal se manteve estável nas Américas, aumentando 2,5% na Europa e duplicando na Ásia (+ 105%).

O presidente e CEO da Michael Kors, John D. Idol, disse que, no primeiro trimestre, a empresa registrou um resultado "melhor do que o esperado", superando as próprias expectativas. No entanto, ele disse que este ano fiscal será um "ano de transição", no qual será lançado o novo plano estratégico "Runway 2020".

O CEO também comentou o recente anúncio da aquisição da empresa britânica de sapatos high-end, Jimmy Choo, por 1.350 bilhões de dólares (1.143 milhões de euros), uma operação que lhes permitirá agregar valor ao acionista a longo prazo, criar um portfólio de produtos mais diversificada e aumentar a exposição nos mercados internacionais.

Quanto aos custos de transação desta operação, a empresa aponta um impacto entre 40 e 50 milhões de dólares (34 e 42 milhões de euros), enquanto a transição será entre 20 e 30 milhões de dólares (17 e 25 milhões de euros) nos próximos dois anos. A aquisição irá financiá-lo a uma taxa de juros média ponderada de 4,25% a 4,75%.

Olhando para o segundo trimestre do ano fiscal de 2018, Michael Kors espera receitas entre 1.035/ 1.055 milhões de dólares (876 milhões de euros), um declínio ano-a-ano de até dois dígitos. A empresa também espera que o lucro por ação se mantenha na faixa de 0,80 e 0,84 de dólares.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2017 Europa Press. Está expressamente proibida a redistribuição e a retransmissão do todo ou parte dos conteúdos aqui apresentados sem o prévio e expresso consentimento.

Luxo - Pronto-a-vestirLuxo - AcessóriosLuxo - CalçadosRelojoariaJoalhariaNegócios