Marisa anuncia resultados do 4T17 em linha com a estratégia de recuperação da empresa

A rede brasileira de moda feminina, Marisa, divulgou os resultados do quarto trimestre de 2017, que teve como destaque aumento de 0,4 % na receita liquida, e queda de -1% em mesmas lojas. O lucro bruto da companhia atingiu 350,3 milhões de reais no período, com aumento de 4,5% ano a ano e expansão de 210 bps na margem bruta, que alcançou 51,8%, a maior margem registrada nos últimos cinco anos para o quarto trimestre. 


Marisa

A empresa informou que, em 2017, houve expansão de 120bps da margem bruta do varejo ano a ano, que atingiu 50,1% da receita líquida. O Ebitda ajustado aumentou para 53,4 milhões de reais no quarto trimestre, de 11,3 milhões de reais no mesmo período do ano anterior.  O Ebitda ajustado anual atingiu 87,2 milhões de reais, ante - 3,6 milhões de reais em 2016. No ano fiscal de 2017, o Ebitda ajustado total teve crescimento de 61,4% para 282,9 milhões de reais.

Quanto ao lucro liquido do quarto trimestre, a rede de moda informou que este teve prejuízo de 0,3 milhões de reais, abaixo do mesmo período do ano anterior (6 milhões), relacionado à melhora da margem bruta da operação de varejo, novos ganhos de eficiência no SG&A da empresa e redução nas despesas financeiras líquidas. 

A Receita operacional liquida de varejo atingiu 2.229 bilhões de reais ao ano, um aumento de 0,2%. No quarto trimestre, ela atingiu 676,3 milhões de reais, um aumento de 0.4%. A Marisa encerrou 2017 com 388 lojas, uma redução de -2,5% em relação ao ano anterior, totalizando 405,2 mil metros quadrados, uma queda de -2.4%.

Em comunicado, a empresa ressaltou que o 2017 foi um “ano desafiador” e que os “resultados apresentaram performance em linha com a estratégia de recuperação gradual desenhada pela administração da companhia”. E destacou que, no último trimestre do ano, houve impacto negativo do baixo fluxo de clientes nas lojas, mas em contrapartida houve uma pequena melhoria no volume de peças vendidas em relação ao mesmo período do ano anterior, derivado do aumento na conversão.

Alguns dos problemas relacionados às baixas vendas, segundo a companhia, está relacionado à aceitação das categorias, algo que foi endereçado à gestão comercial, além de problemas relacionados à implantação da nova plataforma de e-commerce. 

“Permanecemos focados na retomada de rentabilidade através do crescimento de vendas e melhoria da eficiência da nossa operação. Apesar da volatilidade do comportamento das vendas verificada nos últimos trimestres, encerramos 2017 revertendo a forte tendência de retração ocorrida em 2016. A administração entende que ainda há um caminho a ser percorrido até a retomada do crescimento consistente de vendas e expansão da rentabilidade, e acreditamos que 2017 foi um ano fundamental para fortalecer os pilares que nos levarão a esse movimento”, declarou a empresa.

A Marisa foi fundada em 1948, em São Paulo, por Bernardo Goldfarb, e é a maior rede de moda feminina e lingerie do Brasil. Atualmente, a rede está presente em todos os estados e capitais do país com quase 400 lojas físicas, todas próprias, com tamanhos que vão de 250 m2 (Marisa Lingerie) a 2000 m2 (Marisa Ampliada), além da loja online. A empresa vende moda, calçados e acessórios, e também possui uma divisão de produtos e serviços financeiros, associada ao financiamento de seus clientes.
 

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirNegócios
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER