JW Anderson: a sua foto, o nosso futuro, a moda dele

Jonathan Anderson é um homem de grandes ideias cuja mais recente coleção tem um humor brincalhão, recorrendo a donuts como acessórios num desfile que apresentou ao mesmo tempo coleções masculina e feminina, pré-coleção e coleção de outono.


JW Anderson - Instagram

Uma vez mais, Anderson organizou o seu desfile no início da manhã de sábado na Yeomanry House, um pequeno depósito militar em Bloomsbury, embora desta vez o tenha repensado com uma passarela labiríntica e uma série de esculturas bizarras de cogumelos.
 
Por vezes, nos desfiles de Anderson uma pessoa sente-se um figurante numa instalação artística de Marina Abramovic, de tão próxima que está dos modelos que as roupas chegam a roçar no público à sua passagem. Sem mencionar a audaciosa banda sonora selecionada por Michel Gaubert, que incluía composições de Fever Ray ou Deadly Valentine, interpretado por Charlotte Gainsburg. É exatamente este tipo de mulheres que imaginamos a usar a roupa criada por Anderson.

A sua grande aposta para o outono: cintura descaída e “suspensão”, onde as roupas caem ou flutuam longe do tronco em vários ângulos. Às vezes em calico rosa, outras em seda plissada cor de pele ou ainda em estampado de caxemira, como usou nos seus primeiros desfiles, há uma década. Uma ideia inspirada por Richard Smith, pintor da década de 70 famoso pela série Kite Paintings, telas monumentais e esculturais.
 
“A ideia era, em vez de fazer quatro desfiles, fazer dois. E, em cada um deles, apresentar a pré-coleção e coleção de homem e mulher, para haver continuação”, explicou Anderson num backstage concorrido.

Além dos seus donuts de resina, o designer também propôs medalhões tricotados com o formato do coelho da Playboy, cintos com micro bolsas e padrões de marinheiro em blusas de lã.
 
Este é um designer que multiplica boas ideias: laços de rugby para fechar botas de tacão évasé, excelentes carteiras novas, e, o elemento mais interessante da coleção, uma série de sapatilhas bota em cores ácidas. Tudo formava um conjunto coerente, incluindo tops de malha em tons de cogumelo cortadas com a forma do rosto abstrato de um fantasma.

Para os homens, apresentou novos modelos de calças incríveis, com abas dianteiras duplas e apertadas no tornozelo, feitas em lã de cor caqui ou couro elegante, e ainda a camisa de cadete naval reinventada como trench coat.
 
“Trata-se de responder ao fato de muitas mulheres estarem a comprar roupa de homem e vice-versa. E isso acontece desde que começamos. Portanto, por que não reunir isso num único look J W Anderson?”, perguntou o criador oriundo da Irlanda do Norte.

Anderson também foi agraciado com a presença, na primeira fila, do seu colega designer Raf Simons. “Este é o meu primeiro desfile em Londres e adorei”, disse Simons, vestido com um casaco de aviador.  
 
Tudo foi muito bonito, inovador e extremamente otimista. Um motivo para esta última disrupção de Anderson: o designer lançou uma competição chamada ‘Your Picture Our Future’ (A sua fotografia o nosso futuro), com o propósito de encontrar um novo fotógrafo para a sua próxima campanha publicitária. Qualquer pessoa, em qualquer parte do mundo, pode enviar seis imagens originais, não publicadas, para um júri liderado por Anderson, que irá anunciar o vencedor às 12h de 12 de março de 2018. As regras do concurso estavam em todos os assentos do desfile e diziam que “a competição será regulada pela lei inglesa e sujeita à exclusiva jurisdição dos tribunais ingleses”. Exclusiva? Bem, Michel Barnier, que está a negociar os termos do Brexit em nome da União Europeia, poderá ter algo a dizer sobre este desafio implícito à Legislação Europeia.

“De certa forma, eu entrei na moda ao ganhar um prémio. E pensei no que é moderno hoje e no que está por vir. Atualmente, há na moda um momento incrível de transformação, por isso tentemos encontrar o que é novo”, disse Anderson diante do seu painel de inspiração no backstage.
 
O que, no entanto, não ficou claro, é que roupas do desfile chegarão agora às lojas e quais chegarão no outono. “Isso faz parte da surpresa. Os compradores sabem, mas a imprensa não!”, disse sorrindo.  

Traduzido por Estela Ataíde

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirLuxo - Pronto-a-vestirDesfiles