Imobiliário comercial: situação de contraste segundo regiões do mundo

Em 2015, cerca de 41,9 milhões de m² de centros comerciais estavam em desenvolvimento no mundo, face aos 39 milhões um ano antes. No entanto, os espaços entregues estão em queda de 16,7%, indo a 10,7 milhões de euros.

CBRE

A Ásia ocupa os nove primeiros lugares do Top 10 dos mercados mais ativos, segundo o CBRE, já a China representa só ela dois terços das construções em curso no mundo. As cidades de Chongqing, Shenzhen, Chengdu e Shanghai totalizam assim 30 projetos com um total de 3 milhões de m².

Os mercados em desenvolvimento como Manilha, Moscou, Cidade do México e Bangalore seguem também dinâmicos, enquanto o Leste Europeu exibe uma contração lógica.
 
"Em muitos mercados onde o parque de centros comerciais já é substancial e, em um contexto de queda da demanda, os proprietários têm de enfrentar um aumento da oferta de superfícies comerciais", explica Natasha Patel, encarregada das pesquisas de varejo do CBRE.
 
"Agora a força dos proprietários residirá em primeiro lugar na melhora da movimentação, apoiando-se na dimensão experimental da compra, conjugando ao mesmo tempo uma oferta de restauração, bares e lazeres no sentido amplo".
 
Face à dinâmica asiática, a Europa exibe uma atividade lenta, com somente 15% das entregas, ou seja, 1,6 milhão de m² nas cidades observadas. Moscou é a ´´única cidade não asiática a figurar no Top 10 das entregas, enquanto o Oriente Médio exibe ainda uma grande atratividade, no que diz respeito às marcas, em especial Dubai, Doha e Catar.
 
"Na Europa Ocidental e nos Estados Unidos, a falta de locais de qualidade continua a ser um problema. As extensões, as renovações e os reposicionamentos de ativos atuais continuam a ser o objetivo na Europa Ocidental com a esperança de atrair as grandes marcas e os consumidores", aponta Natasha Patel.
 
"O acesso aos locais de qualidade continuará a ser um desafio em muitos mercados e levará as marcas a considerarem locais alternativos com grande movimento, como as conexões de transporte.

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Distribuição
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER