Fast Retailing recorre ao Google para melhor entender os seus clientes

Acima de tudo, conhecer melhor os seus clientes é o que a Fast Retailing pretende alcançar com o lançamento de um novo projeto em parceria com o Google, que acaba de instalar uma célula especial em Tóquio. O grupo japonês proprietário da Uniqlo implementou o projeto Ariake em 2017, com o objetivo de melhor adaptar o seu modelo de negócio às novas tecnologias. E, para isso, pretende utilizar mais intensamente a inteligência artificial.


A Google Cloud acaba de instalar em Tóquio o seu Advanced Solution Lab, para apoiar empresas locais - Google

A empresa japonesa ambiciona integrar novos princípios de trabalho em todos os seus departamentos, desde o design de uma peça de roupa até à logística, para "criar e produzir apenas aquilo que o cliente procura" e não para fabricar um produto esperando que o consumidor venha até ele. E isto da forma mais rápida. Porque o objetivo é também acelerar o ritmo, desencadeando paralelamente "uma reforma que muda fundamentalmente a forma como trabalhamos, para que os funcionários possam trabalhar em colaboração com os clientes", explica o grupo num comunicado.

A Google Cloud acaba de instalar um escritório em Tóquio chamado Advanced Solution Lab (ASL), dedicado ao acompanhamento de empresas japonesas que procuram fazer modificações. No caso da Fast Retailing, esta unidade tem, portanto, a tarefa de fornecer previsões de produtos à Fast Retailing, com base na análise de milhões de dados. O distribuidor, que é também proprietário das marcas Comptoir des Cotonniers, Princesse tam.tam, Theory, J Brand e Gu, utiliza igualmente internamente usa as sequências profissionais propostas pela Google, e optou por constituir as suas equipes em pequenas células com uma hierarquia plana, a fim de favorecer a partilha de informações e a tomada de decisões.

Traduzido por Estela Ataíde

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirInovações
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER