Falabella investirá US$ 4,3 bi para ampliar negócios no Chile e região

Santiago (Reuters/Notimérica) - Um das maiores redes varejistas da América Latina, o grupo chileno Falabella, prevê investir 4,363 bilhões de dólares nos próximos quatro anos para fortalecer e ampliar os seus negócios na região, incluindo o Brasil.

A multinacional chilena, que abrange roupa, calçados, joias e produtos de beleza, trabalha também em negócios de lojas por departamento, reforma do lar, supermercados, imobiliárias e crédito varejista.
Gisele Bündchen em campanha para a rede Saga Falabella. Foto: Instagram

Além disso, a Falabella tem investimentos previstos que superam o seu anterior plano orgânico de 4,1 bilhões de dólares para o período de 2014-2017, em meio a um complexo cenário econômico na região, em especial por uma menor demanda interna.

Em palavras do gerente-geral corporativo da Falabella, Sandro Solari, este projeto se deve ao fato de que, no grupo, varejista "estão muito atentos à evolução de cada mercado, às mudanças e realidade de cada país, assim como às possibilidades que possam surgir no atual contexto econômico".

Além do Chile, a multinacional opera na Argentina, Brasil, Colômbia, Peru e Uruguai e prevê destinar 53% dos recursos deste novo plano à abertura de novas lojas e shoppings.

Com este plano de investimento serão abertas de forma específica 140 novas lojas e 11 shoppings entre 2015 e 2018 nos seis países onde a Falabella opera, do mesmo modo que serão destinados 915 milhões de dólares a remodelações e ampliações de locais já existentes.

"Isto se traduz em investimentos em pontos de venda atuais e novos, mas também na infraestrutura logística e plataformas tecnológicas que nos permitam aproveitar as oportunidades que nos abre a expansão do comércio eletrônico", disse Solari em um informe financeiro.

Por isso, o executivo indicou que destinará 1,15 bilhão de dólares em infraestrutura logística e tecnológica para conseguir melhorias em eficiência dentro da Falabella, a empresa chilena de maior capitalização na bolsa.

Da sua parte, a Falabella contava com 440 lojas e 38 shoppings na região no final de 2014, e as suas vendas neste ano alcançaram os 12,196 bilhões de dólares.

No Brasil, a Falabella adquiriu a rede Dicico em 2013 e se prepara para abrir a primeira loja com a marca Sodimac em São Paulo.

De acordo com uma reportagem da revista Exame.com, A Sodimac estreará no mercado Brasileiro concorrendo diretamente com as varejistas Casas Bahia, Camicado e Magazine Luiza em matéria de decoração, têxteis e produtos variados para o lar.

Copyright © 2017 Europa Press. Está expressamente proibida a redistribuição e a retransmissão do todo ou parte dos conteúdos aqui apresentados sem o prévio e expresso consentimento.

Moda - Pronto-a-vestirDistribuição