Esteban Cortázar: a consolidação do talento colombiano

É surpreendente ver como algumas pessoas alcançam a maturidade tão rapidamente, fazendo o processo parecer extremamente simples, uma evolução natural. É o caso do estilista colombiano Esteban Cortázar, o único hispânico no calendário oficial da Semana da Moda de Paris, que aos 33 anos apresentou uma coleção que reflete uma consolidação impecável.


Ver o desfile
Esteban Cortazar - primavera-verão 2018 - Moda feminina - Paris - © PixelFormula

O início do desfile foi uma declaração de intenções. Para trás ficaram os estampados e as misturas intensas da última coleção do estilista. Esteban Cortázar dava as boas-vindas a uma moda descontraída, vestida com conjuntos de popeline branco e tons terra, com ligeiras pinceladas de azul. Tecidos fluidos e camisas masculinas, às riscas e com decote, assim como uma interessante reinterpretação amarrada à cintura.
 
Timidamente, a cor foi abrindo caminho até à chegada do amarelo de um vestido comprido, com decote assimétrico, e do vermelho intenso de um look marcado por um casaco de couro estruturado. Tonalidades encarregadas de refletir férias passadas do estilista, da cidade colombiana de Cali até a um entardecer em Iibiza, antes de dar lugar a um preto sóbrio, que se apropriou de looks com jogos de volumes e toques de roupa desportiva. Uma menção especial ao trench coat de neopreno usado como vestido, uma das peças-estrela da coleção para a primavera-verão 2018.


Ver o desfile
Esteban Cortazar - primavera-verão 2018 - Moda feminina - Paris - © PixelFormula

A salsa pareceu tomar conta da Salle Melpomene de Les Beaux Arts de París quando as cores da bandeira da Colômbia invadiram os últimos designs, numa ode à mestiçagem e às raízes folclóricas, cortesia da casa Cortázar. É que a tradição do país do café é uma constante na carreira do estilista, que este ano apresentou a sua primeira colaboração com a Colette, convertendo a concept store parisiense numa loja ao mais puro estilo colombiano. Assim, o desfile foi subindo de tom até culminar em estampados gráficos saturados, que mantiveram um equilíbrio perfeito com a requintada discrição da abertura do desfile.
 
“Desta vez, quis mostrar uma mulher muito leve e descontraída”, disse Esteban Cortázar à FashionNetwork.com ao regressar ao backstage depois de ter sido recebido pelo público entre saudações, aplausos e alguns passos de dança. “Gostei imenso”, disse Cortázar, com a gratidão e naturalidade de alguém que está ciente de ter transformado um bom trabalho numa festa enorme. Ou de ter feito a transição para a vida adulta sem perder a confiança e a tradição que dão vida às suas criações.

Traduzido por Estela Ataíde

Copyright © 2017 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirModa - AcessóriosLuxo - Pronto-a-vestirLuxo - AcessóriosDesfiles