EUA: desaceleração do setor de calçados apesar da paixão pelo estilo retrô

O mercado do calçado está passando por uma desaceleração nos Estados Unidos? Na última segunda-feira, 30, o NPD Group revelou que este mercado havia avançado 3% em 2016, atingindo 17.5 bilhões de dólares. No entanto, este crescimento esconde uma clara desaceleração em relação aos anos anteriores.

SA
 
"Durante mais de uma década, as vendas americanas de calçados desportivos cresceram em média 4% por ano, mas 2016 foi um ano um pouco abaixo da média", declarou Matt Powell, analista encarregado do setor desportivo do NPD Group. "Dado o ambiente comercial para o setor desportivo em 2016, pode-se compreender o que está a acontecer".
 
Matt Powell faz referência à falência da Sports Authority e da Sport Chalet, que tiveram um impacto sobre o setor, em particular no fim do ano.
 
"As falências da Sports Authority e Sport Chalet certamente sacudiram o setor", acrescentou. "É provável que este impacto seja sentido também no primeiro trimestre, mas depois disso a situação deve retornar ao normal".
 
O segmento dos artigos especializados, que representa 50% das vendas de calçados atléticos, avançou apenas 2%, contra 8% no ano anterior. As redes de calçados avançaram 7%, as lojas de departamentos, 1%, e as redes nacionais caíram 1%.
 
Segundo o relatório, o setor avançou ao longo dos três primeiros trimestres, mas recuou no quarto. As vendas unitárias, por sua vez, avançaram 3% no ano e o preço de venda médio ficou estável em 60,81 dólares.
 
Mesmo que o crescimento do segmento do calçado atlético tenha desacelerado, o segmento clássico compensou a situação com vendas em dólares que avançaram 26%. As vendas desta categoria avançaram 1.7 bilhão de dólares ao longo dos três últimos anos, em razão da popularidade crescente entre os consumidores em relação aos estilos retrô.
 
Os segmentos inspirados nos calçados de desempenho – corrida e basquetebol – aumentaram 36% e 27% respectivamente, ao passo que as vendas de calçados de corrida ficaram estáveis e aquelas de basquetebol caíram pela primeira vez em vários anos. Por fim, a categoria atlética casual avançou 11% depois de dois anos de recuo.
 
"O retrô seguirá como a tendência de moda dominante, mas o sucesso não vem com facilidade", explicou Matt Powell. "A concorrência vai se intensificar e as marcas devem atualizar seus estilos constantemente. A fim de se diferenciar ainda mais e de estar à frente em relação à concorrência, as marcas têm de concentrar sua inovação na área da fabricação e destacar a rapidez e a durabilidade, pois este impacto será persistente, pouco importa como a moda orientará o mercado".

Traduzido por Anderson Alexandre Da Silva

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - CalçadosTêxtilIndústria