Carolina Herrera busca inspiração em Audrey Hepburn para o seu desfile na Semana de Moda de Nova York

Após a exibição interminável de vestuário athleisure, que vestiu meninas em trajes de montanhista para baladas, nesta temporada de moda de Nova York, Carolina Herrera trouxe frescor com uma coleção elegante e refinada. Audrey Hepburn, a eterna Holly Golightly, do filme Bonequinha de Luxo, morava perto do Museu de Arte Moderna, na 53rd street em Nova York, local escolhido por Carolina Herrera para apresentar seu desfile. Isso fez da estilista a primeira a organizar um desfile dentro do museu de arte contemporânea mais importante do mundo nos últimos 75 anos.


Carolina Herrera

 Sem dúvida, beldades como Audrey Hepburn ou Grace Kelly (cujo quadros feitos por Andy Warhol estão expostos no museu) teriam adorado a coleção de Carolina Herrera apresentada na noite de segunda-feira (11), dentro do jardim de esculturas do MOMA, uma ode à elegância atemporal e beleza graciosa.

A coleção da designer venezuelana foi enxuta, e trouxe basicamente apenas vestidos, sem jaquetas ou calças (com apenas uma exceção). Herrera evocou algumas imagens mágicas da beleza feminina.
 
Vestidos curtos roxos e maravilhosas blusas com ombros largos foram todos dignas das belezas de uma pintura de Constable ou das heroínas de um romance de Jane Austen. Combinados com blusas semi-sheer, vestidos de piquenique de bolinhas e vestidos de festa florais bem femininos, todos marcaram o desfile.
 
 "Já estava na hora de termos uma moda real", disse Carolina Herrera, depois de posar para fotos entre o marido, Reinaldo Herrera Guevara, e o fotógrafo Mario Testino. Concordamos com ela!

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2017 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirLuxo - Pronto-a-vestirLuxo - DiversosDesfiles