Balmain: após um heroico desfile masculino, revela planos de passar à alta costura

Há poucos designers mais ambiciosos do que Olivier Rousteing, que, após apresentar uma coleção masculina heroica para a Balmain, revelou os seus planos para apresentar as suas primeiras ideias de alta costura esta semana.


Balmain - outono 2018 - PixelFormula

Rousteing faz moda com M maiúsculo. As suas peças não são para os tímidos e reservados. Mas, quem tiver atitude, e boa figura, pode fazer uma entrada triunfal em praticamente qualquer lugar com qualquer um dos looks desta coleção que assina para a Balmain.
 
Olivier deu início à ação, na chuvosa tarde de sábado, com uma grande exibição, abrindo o desfile com dandies rockers com calças skinny e botas, ambas em PVC, sob uma série de micro smokings feitos de tecido de jaquetas de pilotos de guerra; antes de acumular imensos elementos metálicos – uma explosão brilhante de jaquetas, jerkins e casacos. Replicantes medievais com armaduras elegantes, num desfile ao estilo do filme Chimes at Midnight.
 
Acrescentem-se alguns redingotes e trench-coats com acabamentos desgastados, sweaters às riscas em mohair metalizado e tops de lantejoulas brilhantes com o texto “Fashion is a Revolution, not an Evolution” (a moda é uma revolução, não uma evolução). Imensos logotipos emblemáticos espalhados por todo o lado e uma nova série de pequenas bolsas com potencial comercial. Um desfile de sucesso, do ponto de vista comercial e criativo, em todos os aspectos.
 
Não admira que Rousteing tenha recebido imensos aplausos no opulento Hotel Potocki, onde o público da primeira fila também brilhava: Orlando Bloom e seu amigo, o famoso filantropo Milutin Gatsby, acabado de chegar das suas férias de inverno em Amilla Fushi, nas Maldivas. Ao lado destes, Cindy Crawford tirando fotos com o telefone de seu filho, Presley, enquanto este desfilava.
 
O desfile também apresentou outra coleção - Balmain Episode - de vestidos cocktail sugestivos, muito curtos e abertos dos lados, e cintos híper largos, cobertos com parkas. Materiais similares para homem e mulher. Muitas transparências, chiffon e sedas transparentes. Definitivamente, roupas pouco adequadas a pessoas tímidas.

“Porquê alta costura? Porque acho que os meus clientes particulares gostariam muito de ver o que consigo criar em alta costura. Não será um desfile de passarela, mas sim uma série inicial de cerca de 15 looks para ser apresentada a amigos e editores. Estou preparado”, explicou o designer nascido em Bordeaux, entre um turbilhão de elogios, pessoas e câmaras no backstage.

Traduzido por Estela Ataíde

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirLuxo - Pronto-a-vestirCriação