Amazon Fashion: private labels geraram 21 milhões de dólares este ano

A divisão de private labels da Amazon ganhou 250 milhões de dólares este ano. 19 das 20 marcas mais vendidas utilizam a marca AmazonBasics. 85%  das vendas da AmazonBasics provêm de moda, babycare e vitaminas.


Amazon

O sucesso da Amazon com suas private labels deixa claro por que os varejistas dos Estados Unidos, como Dick's Sporting Goods e Nordstrom, estão pensando seriamente em criar iniciativas de marca privada para aumentar o alcance de seus negócios.

De acordo com um estudo recente da empresa de análise para o comércio eletrônico, One Click Retail, a marca de moda private label da Amazon, Lark & Ro, mostrou crescimento de 90%, totalizando 10 milhões de dólares em vendas no ano passado. Além de Lark & Ro, as outras private labels criadas pela Amazon são Buttoned Down, Mae e Goodthreads.

As roupas vendidas através da marca Amazon Essentials geraram 3 milhões de dólares até o momento, este ano. Os 15% restantes da atividade da Amazon em private labels são constituídos por 45 marcas. O vestuário ocupa o primeiro lugar entre as categorias de marcas privadas, com vendas de 21 milhões de dólares até agora este ano.

Além da moda, as vendas de babycare (produtos para bebê) e suplementos vitamínicos cresceram 90% em relação ao ano passado. A AmazonBasics é uma das 3 principais marcas da Amazon nos Estados Unidos e é a número 2 no Canadá, com vendas anuais de 12 milhões de dólares.

Embora as private labels da Amazon sejam um sucesso na América do Norte, o estudo do One Click Retail revelou elas não são tão fortes na Europa. A AmazonBasics ficou em 20º lugar na França, 28º na Alemanha e 30º no Reino Unido.

O CEO da rede de varejo One Click, Spencer Millerberg, explicou que o sucesso da Amazon em private label é atribuído ao acesso a grandes quantidades de dados, além de ter recursos para desenvolver rapidamente as marcas e produtos certos para os consumidores. ”Os vendedores da Amazon podem aprender muito sobre como competir, simplesmente assistindo a estratégia da Amazon em marcas privadas”, disse Millerberg.

Lembramos que as private labels são marcas que vendem produtos fabricados ou fornecidos por empresas terceirizadas mas com a marca do distribuidor que vende ou oferece o produto (supermercados, cadeias de distribuição em larga escala, grupos de compras, etc.). Trata-se de um tipo de produto que não depende do reabastecimento do atacadista, nem do budget de marketing específico da marca, permitindo assim ao consumidor trazer para casa um artigo de qualidade similar ao de uma marca conhecida mas com preço mais acessível, e ao distribuidor, é possível aumentar as margens e reforçar a imagem de conveniência e / ou qualidade aos olhos dos clientes.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2017 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirNegócios